Distanciamento Controlado: novo mapa coloca todas as regiões em bandeira laranja

Das 21 regiões, apenas Uruguaiana, Bagé e Guaíba ainda não aderiram ao sistema de cogestão

Pela primeira vez, desde o início da vigência do modelo de distanciamento controlado, todas as 21 regiões do mapa preliminar ficaram em bandeira laranja, com risco médio de contágio para o coronavírus. A classificação libera os 497 prefeitos para adotar o calendário de retorno às aulas presenciais e demais flexibilizações já autorizadas pelo governo estadual.

“Agora temos que manter o cuidado de toda a população, para evitar a bandeira vermelha e maiores restrições. A gente vai continuar monitorando e todo o modelo do distanciamento continua funcionando, para que a gente possa observar onde, eventualmente, o risco pode ficar maior e medidas mais restritivas se façam necessárias”, disse o governador Eduardo Leite em live nas redes sociais, nesta sexta-feira.

Segundo o governo, as hospitalizações por Síndrome Respiratória Aguda Grave caíram 25% nas últimas semanas, de 1.016 para 793. Além disso, entre as duas últimas quintas-feiras, o número de óbitos causados pela doença reduziu 19%, de 338 para 273. Houve melhora em todos os indicadores, em especial nas novas hospitalizações, com queda de 25%, e em óbitos (-19%).

Das 21 regiões, apenas Uruguaiana, Bagé e Guaíba ainda não aderiram ao sistema de cogestão do Distanciamento Controlado. As 18 regiões poderão adotar protocolos menos restritivos do que a bandeira laranja. O mapa definitivo sai na tarde de segunda-feira.

Até esta sexta-feira, o Rio Grande do Sul contabiliza oficialmente 4.574 mortes e mais de 183,1 mil infectados em 99% das cidades – apenas três dos 497 municípios não tiveram nenhum caso da doença até o momento.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile