Funcionária de hospital de Porto Alegre morre vítima de Covid

Costureira do Hospital de Cardiologia não resistiu ao vírus após dez dias de internação

Foto: Reprodução/Twitter

Funcionária há 32 anos no Instituto de Cardiologia de Porto Alegre, a costureira Marli Pail, de 63 anos, morreu na noite desse domingo em razão do coronavírus. Ela ficou dez dias internada em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não resistiu à doença.

O Sindisaúde-RS informou o óbito e o hospital confirmou o caso. Marli era lotada no setor de costura da instituição, separado de outras alas de atendimento, segundo o Cardiologia.

O Sindisaúde informou, em nota, que sete profissionais de hospitais já perderam a vida em Porto Alegre para a Covid-19. Entre as vítimas, três trabalhadores do Grupo Hospitalar Conceição (GHC), uma técnica de enfermagem do Hospital de Clínicas (HCPA), um trabalhador do setor de vigilância do Ernesto Dornelles e uma profissional da higienização do Hospital Restinga Extremo-Sul.

Em nota, o Instituto de Cardiologia  lamentou a morte de Marli:

É com grande pesar que comunicamos o falecimento da colaboradora Marli Marlene Pail.
Dona Marli, como era conhecida pelos colegas, tinha 63 anos e há 32 trabalhava como costureira no Instituto de Cardiologia. Agradecemos imensamente a dedicação e carinho pelo trabalho realizado durante todos estes anos.
À família e amigos, nossos sinceros sentimentos de solidariedade.

Instituto de Cardiologia