CCR reitera estimativa de operar a partir de fevereiro pedágios na 101 e 386

Autorização cabe à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT)

Foto: CCR ViaSul / Divulgação

Usuários das BRs 101 e 386 devem começar a pagar pedágio a partir de fevereiro. Essa é a previsão da concessionária CCR ViaSul, que finaliza as obras nas praças de Três Cachoeiras (km 35 da BR 101), Victor Graeff (km 202 da BR 386), Fontoura Xavier (261 da BR 386), Paverama (374 da BR 386) e Montenegro (426 da BR 386).

A previsão segue o cronograma apresentado pela empresa logo após assumir a gestão da Rodovia de Integração Sul (RIS). Segundo a CCR ViaSul, há poucos detalhes pendentes para que as praças comecem a funcionar.

Na BR 101, a praça de Três Cachoeiras vai impactar diretamente em quem utiliza a rodovia para viajar a Torres e Santa Catarina.

O próximo passo é a fiscalização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), como explica o coordenador de Engenharia da empresa Fábio Hirsch. “A ANTT precisa aprovar essas praças. Estamos no processo de regulamentação. Depois, teremos um período de 10 dias de operação branca (sem cobrança).”

No contrato de concessão a CCR ViaSul recebeu aval para instalar sete praças de pedágio, duas delas já em funcionamento na FreeWay (BR 290), em Gravataí e Santo Antônio da Patrulha. Agora, além da praça na BR 101, serão instalados quatro postos de cobrança na BR 386. Outras mudanças que devem acontecer até agosto é a troca de endereço da praça de Gravataí, que sai do quilômetro 77 para o 60 da BR 290.

Já em Santo Antônio da Patrulha, a cobrança passa a ser feita nos dois sentidos da rodovia, com o valor dividido, passando de R$ 8,80 para R$ 4,40 em cada trecho.