Falha no Detran do RN deixa vazar dados de 70 milhões com CNH

Órgão esclareceu já ter sanado problema

Uma falha no sistema informatizado do Detran do Rio Grande do Norte permitiu o vazamento de dados de até 70 milhões de brasileiros com Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Segundo a publicação Olhar Digital, citada pelo jornal O Estado de S.Paulo, era possível obter, com o número de CPF, o endereço residencial completo, telefone, operação, dados completos da CNH, foto, RG, data de nascimento, sexo e idade.

A denúncia partiu de um pesquisador de segurança da informação que explorou a falha por cerca de três meses e, por testes, com números de CPF gerados aleatoriamente, conseguiu acesso as informações.

Na primeira semana de outubro, um novo teste mostrou que a página usada para acessar os dados de qualquer cidadão agora não mostra mais as informações, mas ainda podia ser acessada.

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) esclarece que, de imediato, a equipe técnica de Informática do órgão sanou a falha ocorrida no sistema.

“Cabe ressaltar que os dados dos usuários não foram afetados, assim como não houve interferência nos sistemas de Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach) nem no Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam)”, sustenta o órgão, em nota.

A Direção-Geral do Detran abriu um procedimento administrativo para apurar o ocorrido.