Bolsonaro analisa chamar embaixador após crise com Macron

Presidente falou ao deixar o Alvorada pra um almoço com o vice, Hamilton Mourão

Foto: Carolina Antunes / PR / Palácio do Planalto

O presidente Jair Bolsonaro confirmou, neste sábado, que já conversou com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, sobre a possibilidade de chamar o embaixador do Brasil na França ao País. Conforme o jornal O Estado de S.Paulo, o governo brasileiro estuda chamar o embaixador após as acusações feitas pelo presidente francês, Emmanuel Macron, a Bolsonaro.

O presidente falou ao deixar o Alvorada pra um almoço com o vice-presidente, Hamilton Mourão, no Palácio do Jaburu. O encontro durou menos de uma hora e Bolsonaro já retornou ao Alvorada.

Ainda conforme o Estadão, o presidente também disse que já conversou com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, com o do Chile, Sebastian Piñera, com os chefes de governo da Espanha e do Equador. Questionado se pretende falar com Macron, o presidente reagiu: “depois do que ele falou a meu respeito, você acha que vou falar com ele? Eu estou sendo muito educado, porque ele me chamou de mentiroso.”