Porto Alegre dá prazo até fim de agosto para donos de imóveis de luxo pagarem IPTU

Quase 9 mil inscrições devem R$ 101 milhões, segundo a Receita Municipal

Levantamento realizado pela Receita Municipal de Porto Alegre mostra que quase 9 mil imóveis de alto padrão reúnem dívidas de R$ 101,23 milhões em IPTU. A partir do estudo, a ideia é que os proprietários regularizem os débitos até o fim de agosto. Depois desse prazo, em caso de não pagamento, a dívida passa pelo protesto em tabelionato e cobrança na Justiça.

Ao todo, 8.876 apartamentos e residências, localizadas em diversos bairros, respondem pela dívida milionária. Através do cruzamento de dados, técnicos do órgão identificaram que os proprietários estão em condições de pagar o imposto, segundo o diretor da Divisão de Arrecadação e Cobrança da Receita, Rodrigo Fantinel. “Há um caso em que o devedor acumulou R$ 3 milhões em débito e outros em que o contribuinte é dono de vários imóveis, o que indica ter sido uma escolha não pagar o imposto”, disse, em entrevista ao Guaíba News desta quarta-feira.

“Alguns casos mais antigos já são cobranças pendentes na Justiça, agora queremos cobrar aqueles casos que ainda não chegaram a tal ponto”, completou. Os técnicos da Receita consultaram os bens ligados aos proprietários dos imóveis e os dados foram cruzados com o sistema da Receita Federal. O trabalho durou 20 dias.

A regularização das dívidas pode ser feita na Loja de Atendimento da Secretaria da Fazenda, situada na Travessa Mario Cinco Paus s/n, das 9h às 16h. Os contribuintes em dívida também podem contatar a área de cobrança pelo WhatsApp (51) 99348-9424 para a obtenção das guias de pagamento e parcelamento do débito.