Concurso público para o TRF soma quase 170 mil inscrições

Provas vão ser aplicadas nos três estados do Sul, em 4 de agosto

As provas do concurso público para servidor do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) ocorrem em 4 de agosto (domingo), pela manhã e à tarde, nos três estados da região Sul. De acordo com o edital, 169.521 candidatos se habilitaram à seleção.

No Rio Grande do Sul, o concurso vai ser aplicado em Canoas, Caxias do Sul, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Santa Maria, Santo Ângelo e Uruguaiana. Em Santa Catarina, a seleção ocorre em Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Itajaí, Joinville e Lages. No Paraná, em Cascavel, Curitiba, Guarapuava, Londrina e Umuarama.

Pela manhã, os candidatos devem ser apresentar às 7h30min, com o fechamento dos portões às 8h e duração das provas de quatro horas e meia. À tarde, devem retornar às 14h, com fechamento dos portões às 14h30min.

Para saber o local da prova, o candidato recebe por e-mail um cartão informativo e também pode consultar o site da Fundação Carlos Chagas. Caso o cartão não chegue até o terceiro dia que antecede as provas, ou havendo dúvidas quanto ao local, data e horário, o candidato deve entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Candidato (SAC) da Fundação Carlos Chagas, pelo telefone (0XX11) 3723-4388, de segunda a sexta-feira, úteis, das 10 às 16h (horário de Brasília).

Concurso

O certame visa realizar cadastro de reserva para os cargos de analista e técnico judiciário do quadro permanente do órgão. Os candidatos devem escolher uma microrregião de classificação, já que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) compreende a Justiça Federal dos três estados do Sul. A validade da seleção é de dois anos, prorrogáveis pelo mesmo período.

Para o cargo de analista judiciário, a exigência é de nível superior completo, com formação em Direito. A seleção é para a área judiciária (sem especialidade e oficial de justiça). Já para área de tecnologia da informação (sistemas e infraestrutura), o candidato pode ser formado em qualquer área, desde que tenha especialização em TI. Para as duas funções, a remuneração inicial é de R$ 12.455,30 e benefícios, conforme o caso.

Para o cargo de técnico judiciário, é necessário ensino médio completo. As áreas disponíveis incluem a administrativa, a de segurança e a de transporte e tecnologia da informação. Nesses casos, a remuneração inicial é de R$ 7.591,73 e benefícios, conforme o caso.

É a primeira vez, em cinco anos, que a Justiça Federal da 4ª Região abre concurso público.