Quarta-feira com cara de inverno no RS prevê mínimas de 2°C e máximas de 16°C

Sol volta a brilhar e frente fria dura pouco, com aquecimento ao longo da semana

Projeto de atualização da planta do IPTU foi aprovado em abril | Foto: Alina Souza/CP

Frente fria provoca chuva ainda na madrugada desta quarta-feira para o Norte e o Nordeste do Rio Grande do Sul. No decorrer do dia, o ar seco e polar avança e firma o tempo, com sol. Somente áreas próximas de Santa Catarina ainda podem ter alguma instabilidade.

Até agora, os gaúchos tiveram em 2019 algumas madrugadas muito frias, mas as tardes eram amenas ou agradáveis. A quarta vai ser o primeiro dia inteiro de frio, por conta das máximas baixas à tarde. O frio vai ser mais intenso principalmente no Oeste, Centro e Sul, onde muitas cidades à noite terão marcas abaixo dos 5ºC.

As mínimas rondarão os 2°C em Santana do Livramento e os 4°C em Caxias do Sul. Já as máximas atingem 15°C em Uruguaiana e 16°C em Santa Rosa. Em Porto Alegre, os termômetros devem variar entre 7°C e 15°C.

A guinada do tempo ocorreu nesta terça. Antes da chegada da frente fria, corrente de jato em baixos níveis trouxe fortes a intensas rajadas de vento Norte, quente e seco, que passaram dos 80 km/h em Santa Maria, no Vale do Taquari e na área de Soledade. Em Porto Alegre, atingiram 60 km/h.

Depois, a ventania seguiu de Oeste a Sul acompanhando a chegada da frente fria e do ar polar. A temperatura desabou no Rio Grande do Sul. No começo da tarde, cidades dos vales e da Grande Porto Alegre, ainda na dianteira da frente, tinham temperatura ao redor de 30ºC enquanto na fronteira com o Uruguai e na Serra do Sudeste, já fazia 8ºC ou 9ºC.

Porto Alegre teve 29ºC no aeroporto às 15h e às 21h fazia 14ºC. O ar polar toma conta do Estado trazendo um dia frio tipicamente invernal. Detalhe é que essa massa de ar frio não progride muito.

Por isso, a próxima madrugada – de quarta para quinta – deve ser gelada no Centro, Oeste e no Sul com marcas entre 0ºC e 3ºC na maioria das cidades dessas regiões, inclusive com mínimas abaixo de zero em alguns pontos, o que vai trazer geada ampla nestas áreas. Mais ao Norte gaúcho as mínimas não devem ser tão baixas no Planalto, Alto Uruguai e Aparados.

O episódio de frio deve ser curtíssimo, já que, na sexta, ar quente volta a invadir o Estado, gerando instabilidade.