Dia das Mães: Viagem Segura tenta frear mortes na data mais violenta do ano para o trânsito gaúcho

Operação ocorre entre sexta e domingo

Foto: Leandro Osório/Arquivo Palácio Piratini

O Detran lança, nesta sexta-feira, a operação Viagem Segura de Dia das Mães no Rio Grande do Sul. A partir da madrugada, o reforço de fiscalização visa conscientizar os condutores de que essa é, costumeiramente, a data mais violenta do ano para o trânsito gaúcho. O trabalho intensificado segue até a meia-noite de domingo.

No ano passado, foram registradas 16 mortes nos três dias de operação, uma média de 5,33 por dia. A pior contagem, entretanto, fica para 2013, quando 40 pessoas perderam a vida em acidentes, aproximadamente 13 por dia. O Detran salienta que, entre 2007 e 2018, o Dia das Mães (incluindo a sexta-feira) teve a pior média de mortes por dia: 8,33%.

A noite do domingo, que compreende o retorno dos viajantes, teve o maior percentual de óbitos, com mais de 40%. As cidades mais violentas foram Porto Alegre (19), Pelotas (8), Passo Fundo (6) e Canoas (5). As rodovias que tiveram maior número de vítimas foram, nessa ordem, as BRs 116 e 386 e as RSCs 287 e 324.

Até agora, a operação Viagem Segura já soma mais de 5,62 milhões de veículos fiscalizados, 250,3 mil testes de etilômetro aplicados e mais de um milhão de infrações. Foram 21,1 mil flagrantes de embriaguez, incluindo as recusas ao teste do bafômetro. A fiscalização também recolheu mais de 94,7 mil veículos e 26,8 mil carteiras de habilitação irregulares.