Série “Love” e um romance real nos tempos modernos

Produção é uma original da Netflix

Foto: divulgação.

A série ”Love”, comédia romântica original da Netflix, é a típica série ”água com açúcar”. A produção estreou em 19 de fevereiro de 2016, com 10 episódios, e foi finalizada em 9 de março de 2018, com três temporadas e um total de 34 episódios.

Os protagonistas da série são Mickey e Gus, duas pessoas com personalidades e vivências completamente opostas. De semelhante, só os desastres de relacionamentos anteriores. A ideia da produção era explorar os diversos olhares, tanto masculino quanto feminino, sobre o ideal de um romance.

A ideia da série é boa. Ela aborda o que há de real em uma relação, como os problemas que cada um carrega ao longo da vida, a carga emocional, os traumas e o medo de se envolver. Mas, a série peca no principal em alguns momentos: desenvolvimento. Em alguns episódios, parece que a história anda em círculo. Além disso, as tramas paralelas não são muito atrativas.

A série foi bastante questionada por ter uma protagonista, Mickey, de beleza evidente, ao contrário de Gus, seu par. Muitos alegaram que por mera atração física, os dois não se relacionariam.

Foto: Divulgação.

Apesar de tudo isso, Love tem diversos atrativos e motivos para ser assistida. Uma das razões é que a série é moderna. O casal passa por ansiedades reais ao refletir se deve, ou querem, ficar juntos. Nada segue a linha ”conto de fadas”. O relacionamento dos dois segue uma narrativa bem real, e não esconde os problemas vividos por pessoas normais.

A série também é boa em abordar, sem pudor, problemas como alcoolismo e uso de drogas ilícitas. Mickey é a personagem mais obscura, porém real. Muitas vezes egoísta e impulsiva, a protagonista faz com que o público torça por ela, para que ela vença seus problemas e consiga ser feliz.

A produção foi criada por Judd Apatow, Paul Rust, e Lesley Arfin para a Netflix. Ela é estrelada por Gillian Jacobs e Rust.