Trump não vai a Davos por causa de impasse sobre muro nos EUA

Presidente norte-americano pediu desculpas no Twitter

Divulgação Twitter

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou hoje que não vai participar do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, de 22 a 25 de janeiro. De acordo com ele, o cancelamento da viagem ocorreu devido a um impasse interno: a falta de consenso entre Executivo e Legislativo, que levou à paralisia do serviço público federal.

Trump usou o Twitter para atribuir aos democratas a ausência no fórum. A controvérsia entre governo e parlamento se baseia na insistência do presidente norte-americano na construção de um muro na fronteira com o México e na resistência da oposição em rejeitar a medida.

“Por causa da intransigência democrata na segurança de fronteiras e da grande importância da segurança para nossa nação, estou respeitosamente cancelando minha viagem muito importante a Davos, na Suíça, para o Fórum Econômico Mundial. Meus mais sinceros cumprimentos e desculpas”, escreveu.

Em Davos, o presidente brasileiro Jair Bolsonaro vai falar, pela primeira vez, como chefe de Estado, fora do Brasil. A previsão é de que ele participe do fórum e o vice-presidente, general Hamilton Mourão, assuma como presidente em exercício, também pela primeira vez.