Estado quita folha das fundações, mas não dá prazo para demais servidores

Desde 2015, Executivo parcelou salários 37 vezes

Servidores vinculados às fundações tiveram os salários de dezembro quitados hoje no Rio Grande do Sul. Os cerca de 5,2 mil contratos regidos pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) recebem os vencimentos integrais sempre no segundo dia útil de cada mês. A Secretaria da Fazenda precisou de R$ 25 milhões para atender esse contingente.

O pagamento da folha aos demais servidores do Poder Executivo começou na sexta passada, mas segue pendente em 40%. Só receberam, até agora, os servidores públicos que recebem valores líquidos de até R$ 3 mil. Para os demais, não há prazo exato de quitação. O governo depende da entrada de arrecadação, como em meses anteriores.

Desde 2015, os servidores do Executivo tiveram os salários parcelados 37 vezes em função da falta de dinheiro em caixa. O governador recém-empossado Eduardo Leite prometeu, em campanha, regularizar a folha dentro do primeiro ano de mandato.

FOLHA SALARIAL DE DEZEMBRO – SERVIDORES DO PODER EXECUTIVO

· Dia 28/12 – 12ª parcela do 13º salário de 2017 – R$ 110 milhões

· Dia 28/12 – Até R$ 2 mil líquidos (153.058 matrículas) – R$ 216,7 milhões

· Dia 2/01 – Até 3 mil líquidos (207.485 matrículas no acumulado) – R$ 140,9 milhões

· Dia 3/01 – Quitação dos salários das fundações – R$ 25 milhões.