Comércio gaúcho espera absorver parte expressiva do 13º

Perspectiva é de que o pagamento injete R$ 6,5 bilhões na economia gaúcha

Termina nesta sexta prazo para pagamento da 1ª parcela do 13º vUSP Imagens

Um levantamento realizado pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul projeta que sete em cada dez consumidores devem aproveitar o dinheiro extra do 13º salário para fazer as compras de Natal. A perspectiva é de que o pagamento injete, na economia gaúcha, R$ 2 bilhões em novembro e R$ 4,5 bilhões em dezembro.

“É o momento de os lojistas estarem bem preparados, ofertando produtos com preços adequados ao orçamento das famílias gaúchas, e sabedores de que a maioria dos pagamentos deve ser feita à vista”, apontou o presidente da FCDL-RS, Vitor Koch.

Koch aconselha ser essencial que o consumidor planeje bem a capacidade de pagamento mensal, uma vez que o início do ano vem acompanhado de contas tradicionais, como IPVA, IPTU e material escolar, por exemplo. E além disso, procure, sempre que possível, quitar as dívidas ou fazer compras novas à vista, desde que exista dinheiro suficiente para isso.

Em todo o País, o pagamento do 13º salário deve injetar R$ 211,2 bilhões na economia brasileira até dezembro, o equivalente a cerca de 3% do Produto Interno Bruto (PIB).