Pela 4ª semana seguida, Assembleia Legislativa não terá sessão de votações

Com a falta de quórum na reunião de líderes, pauta de votações não ficou definida

Foto: Divulgação

Pela quarta semana consecutiva, a Assembleia Legislativa não terá votações. Isso porque não houve quórum na reunião de líderes realizada na manhã desta terça-feira, que definiria a pauta de votações em plenário. Dessa forma, nenhuma das 59 matérias aptas poderão ser votadas na sessão desta tarde. A não realização da sessão de hoje foi definida através de um acordo entre as bancadas, tendo em vista o processo de transição de governos.

Nas últimas três terças-feiras, que é o dia de votação no Parlamento gaúcho, as sessões não foram realizadas porque não havia acordo referente ao projeto que reajusta em 5,58% os salários de servidores do Tribunal de Justiça, do Ministério Público, do Tribunal de Contas do Estado, do Tribunal de Justiça Militar e da Defensoria Pública. Somados os cinco órgãos do Judiciário, o impacto do aumento chegaria a R$ 132,2 milhões por ano aos cofres do Rio Grande do Sul.

Na semana passada, o governador eleito do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), afirmou que considera “inoportunos”, diante da crise fiscal, os projetos de reajuste salarial para os representantes e servidores dos Poderes estaduais, os quais deverão ser apreciados pelo plenário do Parlamento nesta terça.