Prefeitura da Capital encerra nova etapa de negociação de dívidas com fornecedores

Secretaria Municipal da Fazenda explica que há poucos credores, com valores mais elevados a receber

Com dívidas acumuladas entre os anos de 2013 e 2016, a Prefeitura de Porto Alegre encerra, nesta quarta-feira, mais uma etapa da renegociação de dívidas com fornecedores de materiais e serviços. Desde 31 de setembro, 25 empresas aderiram ao Plano de Pagamento de Dívidas esperando o recebimento de valores estimados em R$ 2 milhões.

O objetivo é zerar cerca de R$ 10 milhões em dívidas acumuladas em áreas como cultura, assistência social e serviço de limpeza de ruas e praças, por exemplo. Empresas de consultoria de engenharia e entrega de materiais de escritório também estão entre os credores.

Nesta etapa, a Secretaria Municipal da Fazenda explica que há poucos credores, com valores mais elevados a receber. Em setembro do ano passado, foram negociados 65% dos débitos acumulados na gestão do ex-prefeito José Fortunati. “Essa segunda etapa vem para contemplar as empresas que perderam o prazo por algum motivo”, ressalta a assessora jurídica da Fazenda, Lisiane Baun.

Os pagamentos seguem até o fim de 2020. A faixa mais baixa de dívidas da Prefeitura, com valores entre R$ 8 mil e R$ 15 mil, vai ser quitada até novembro deste ano. As demais categorias terão recebimentos a partir de janeiro de 2019, com parcelamentos que vão de 12 a 24 meses. O patamar mais alto atinge dívidas acima de R$ 300 mil.

Primeira etapa de negociação

Em setembro do ano passado, foram renegociados R$ 82 milhões, referentes a 127 processos de credores. Na época, a estimativa inicial de adesão era de R$ 125 milhões.