Varejo gaúcho projeta aumento de 4% nas vendas para o Dia das Crianças

A expectativa é que o ticket médio de venda fique em torno de R$ 108

Foto: Arquivo / CP

O volume de vendas do varejo gaúcho em outubro deve crescer 4% na comparação com o mesmo período de 2017 e 7% em relação a setembro deste ano, de acordo com a expectativa da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS). O principal fator para esse incremento é o Dia das Crianças, celebrado na próxima sexta-feira, 12 de outubro.

Conforme pesquisa realizada pelo Departamento de Economia da entidade, os artigos de uso pessoal, no qual se incluem os brinquedos, devem ter uma alta de 14,5%, vindo a seguir vestuário e calçados, com 13%; móveis, 9,5%; eletrodomésticos, com 9%; publicações e papelaria, 7%, e produtos de informática e telefone, com 6,5% de incremento. Nas lojas de brinquedos, o volume de vendas deve registrar crescimento em torno de 4% na comparação com outubro de 2017, com tícket médio de venda ficando na casa dos R$ 108,00. Os brinquedos de menor valor devem ser os mais procurados pelos pais.

O presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch, ressalta que o consumidor, a exemplo do que já ocorreu em 2017, deve optar por efetuar o pagamento à vista de suas compras. “Deveremos ter um aumento das vendas à vista. Apesar da SELIC estar estável em 6,5% ao ano, o crédito ao consumidor, especialmente originário dos bancos, ainda está exageradamente caro. Além disto, perto de 40% dos consumidores permanecem com problemas de inadimplência, o que os retira das possibilidades de parcelamento de compras, por conta da negativação no SPC”, projeta.

Em relação a procura por presentes, os pais devem concentrar as compras em bonecas, carros articulados, brinquedos de montar e os tradicionais jogos como forma de presentear o público infantil de 5 a 12 anos. Já para os adolescentes, o interesse converge para produtos da área tecnológica, como smartphones e drones, além de artigos de informática e moda.