Torcedores do Flamengo pedem permanência de Renato no Rio

Demissão de Barbieri motivou pedidos nas redes sociais

Renato Portaluppi negou convite para treinar o Flamengo em abril | Foto: Mauro Schaefer / CP Memória

A coincidência do Grêmio treinar no CT do Ninho do Urubu, que pertence ao Flamengo, no Rio, no mesmo dia em que o técnico Maurício Barbieri foi demitido pela direção do clube carioca motivou torcedores do rubro-negro a pedir a contratação de Renato Portaluppi. A maioria pedia para “trancar” o técnico do Grêmio no CT, outros abusavam da teoria da conspiração ao questionarem a “coincidência”.

Paulo Victor falou sobre as brincadeiras nas redes sociais e revelou a importância do treinador bicampeão da Libertadores, da Recopa Sul-Americana, da Copa do Brasil, do Gauchão e que é ídolo da torcida tricolor. “Quanto mais ele do nosso lado, melhor. Todos são testemunhas do trabalho que ele tem feito. Tantas revelações e títulos. É tudo que um clube precisa”, destacou o goleiro.

O arqueiro elencou as qualidades do técnico tricolor na entrevista coletiva. “Além da confiança do grupo, tem o dedo bom para escolher os jogadores certos. Muitas vezes nos protege para blindar o dia a dia de trabalho. Não tenho a menor dúvida que toda grande equipe vai atrás do Renato pela capacidade profissional que ele demonstra”, declarou.

Em abril, o Flamengo tentou a contratação do treinador, mas Renato Portaluppi não aceitou a transferência e permaneceu no Tricolor. Após a vitória sobre o Ceará, o presidente Romildo Bolzan pediu a ajuda da imprensa para manter o ambiente tranquilo no clube, que segue na disputa pelos títulos do Brasileiro e da Libertadores, e admitiu que chegou a temer a saída do ídolo da torcida no primeiro semestre.

“Aquela vez com o Flamengo, era verdadeiro. Suei frio, pois vi que o Renato estava… né? Agora, não é verdade”, disse o presidente.

O Grêmio está no Rio de Janeiro para enfrentar o Fluminense. O jogo está marcado para o sábado, às 16h, no Engenhão.