Dólar fecha abaixo de R$ 4, pela primeira vez em mais de um mês

Cenário inverteu alta de de 8,46% no mês de agosto

Dólar fechou hoje em uma leve alta de 0,1% Arquivo/Agência Brasil

A cotação da moeda norte-americana recuou hoje abaixo do patamar de R$ 4, fechando em baixa de 0,79%, a R$ 3,9943 para venda. Isso não ocorria desde 20 de agosto, quando o dólar era vendido a R$ 3,95. De acordo com os analistas financeiros, o mercado refletiu o ingresso de recursos no país e os investidores estão “menos assustados” com o cenário eleitoral.

Até esta quinta-feira, a moeda acumula, no penúltimo pregão do mês de setembro, um recuo de 1,92% ante o real, invertendo em parte a valorização de 8,46%, registrada em agosto.

O Banco Central seguiu com os leilões tradicionais de swaps cambiais, concluindo rolagem de venda futura de dólares.

O índice B3, da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), terminou o pregão em alta de 1,71%, com 80 mil pontos. Os papéis da Petrobras colaboraram para o fechamento em alta, com valorização de 6,29%, seguidos por Itaú, com alta de 2,75%.