Taxa cambial volta a impactar custos de produção do agro, adverte Farsul

Foto: EBC

A taxa cambial voltou a pesar nos custos de produção do agronegócio, especialmente nos preços dos fertilizantes. Agosto registrou alta de 1,22% no Índice de Inflação dos Custos de Produção (IICP), medido pelo Sistema Farsul. O relatório divulgado nesta quarta-feira, dia 19, também registrou um forte crescimento no Índice de Preços Recebidos pelos Produtores Rurais (IIPR), que atingiu 5,86% com influência da soja e do arroz juntamente com a variação do câmbio.

O acumulado também vem apresentando alta nos dois índices. Em 2018, o IICP registra 6,79%, enquanto nos últimos 12 meses o resultado é de 9,06%, reflexo da taxa cambial que está 25% maior do que em agosto de 2017 que impactam nos preços dos insumos. Já o IIPR demonstra valorização de 17,99% e 22,39%, respectivamente.

Na comparação com o IPCA, apesar de ambos terem alta no acumulado de 12 meses, o IICP inflaciona mais, com 9,06% contra 4,19%. Em relação ao IIPR, o descolamento do IPCA Alimentos é comprovado com o aumento dos preços recebidos pelo produtor na ascendente desde março, enquanto o segundo registrou crescimento em junho pela primeira vez no ano.