Inter pega o Atlético-MG pela terceira vitória fora no Brasileiro

Se vencer, o Colorado retoma a terceira colocação e fica a dois pontos do vice

Com uma vitória, Inter de Odair Hellmann pode ficar a dois pontos do vice | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP memória

O Inter enfrenta o Atlético Mineiro, no estádio Independência, de olha na terceira vitória fora de casa no Campeonato Brasileiro. O jogo é considerado uma “decisão” já que os dois clubes disputam diretamente posições na tabela. Após nove dos 10 jogos da 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Colorado é o quarto colocado com 29 e o Galo é o quinto com dois pontos a menos. O vencedor ultrapassa o Grêmio, que é o terceiro com 30, mas terá uma vitória a menos. Além de ficar a dois pontos do Flamengo, vice com 34.

Inter sem Danilo Fernandes, Zeca e Damião

O desempenho fora do Beira-Rio até não foi tão ruim. O Inter fez bons jogos fora, embora os resultados não tenham sido proporcionais. O próprio técnico Odair Hellmann salientou o bom rendimento da equipe. “Precisamos fazer contra o Atlético-MG e o Fluminense o mesmo que fizemos fora de casa contra o Atlético-PR, contra o Grêmio, contra o São Paulo e contra Santos. Se conseguirmos isso, vamos conquistar os resultados que precisamos”, ressalta.

Mas os problemas são grandes. O técnico perdeu jogadores importantes, como Zeca, que recupera-se de lesão no pé direito, e Damião, que voltou a sentir dores nas costas e nem viajou com a delegação (mais na página 27). Outro desfalque é Danilo Fernandes, que passou por cirurgia no sábado e só volta a ficar à disposição em 2019. Em compensação, o zagueiro Rodrigo Moledo está de volta.

Até por isso, Odair Hellmann orientou os dois últimos treinos antes da partida dentro do Beira-Rio, sem a presença da imprensa e de torcedores. No sábado e no domingo, ele testou alternativas para a equipe, principalmente sem Leandro Damião. Uma possibilidade é escalar Jonatan Álvez na vaga do titular. Outra é remanejar William Pottker para o comando do ataque e escalar D’Alessandro no meio ou Lucca na esquerda.

“Todos estão trabalhando forte para estar bem para as oportunidades. Quando o professor Odair chama um atleta, ele tem que estar preparado. Eu estou preparado, assim como os outros que entrarem. A gente sabe que será um jogo de muita dificuldade, mas o nosso momento é bom. Estamos apresentando um bom futebol. Vamos tentar fazer mais um bom jogo e conquistar a vitória”, afirmou Fabiano, que entra na vaga de Zeca.

Galo desfalcado

O Atlético Mineiro não terá força máxima contra o Inter. Além dos desfalques certos dos volantes Elias e Matheus Galdezani, que tiveram seus efeitos suspensivos negados pelo STJD, o lateral-esquerdo Fábio Santos participou apenas do aquecimento no treino da manhã de domingo na Cidade do Galo, passando a maior parte do tempo na academia. Em recuperação de entorse no tornozelo esquerdo, ele fez trabalhos físicos em campo na sexta, mas a tendência é que Carlos Gabriel, de 19 anos, seja o titular hoje.

Para os lugares de Elias e Matheus Galdezani, o técnico Thiago Larghi testou Tomás Andrade, Cazares e Nathan, mas David Terans e Lucas Cândido também são opções.

Campeonato Brasileiro – 17ª rodada

Atlético-MG

Victor; Patric, Leonardo Silva, Iago Maidana e Fábio Santos; José, Welison, Terans, Lucas Cândido, Luan e Chará; Ricardo Oliveira.

Técnico: Thiago Larghi.

Inter

Marcelo Lomba; Fabiano, Rodrigo Moledo, Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick, Nico López e Pottker; Jonatan Alvez (Lucca / D’Alessandro).

Técnico: Odair Hellmann.

Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)

Auxiliares: Alessandro Alvaro Rocha de Matos e Elicarlos Franco de Oliveira (Ambos da BA)

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

Horário: 20h