PRB define apoio a Eduardo Leite na corrida ao Piratini

Partido bate o martelo sobre nomes ainda em aberto na chapa em 4 de agosto

Presidente estadual do PRB, deputado federal Carlos Gomes. Foto: Divulgação/ALRS

O Partido Republicano Brasileiro (PRB) fechou questão, na tarde de hoje, em torno do apoio ao ex-prefeito de Pelotas Eduardo Leite (PSDB) na corrida ao Palácio Piratini. Havia indefinição acerca de um eventual apoio ao atual governador, José Ivo Sartori (MDB), mas a maioria definiu pelo suporte à candidatura do tucano.

Conforme o presidente estadual da sigla, deputado federal Carlos Gomes, “Eduardo Leite fez uma grande gestão como prefeito de Pelotas, reelegendo sua sucessora com mais de 70% dos votos”.

Além disso, Gomes reforçou que ainda estão em aberto pelo menos três vagas na chapa: o segundo nome ao Senado e os suplentes. Essas definições devem ser conhecidas após convenção do partido, em 4 de agosto, a ser realizada em Porto Alegre. Nas proporcionais, o PRB vai se coligar com o PSDB e o PTB (que indicou o delegado Ranolfo Vieira Jr. para a vaga de vice na chapa). A resposta do PR pode ser definida entre hoje e quarta-feira.

Já o PPS, que indicou Mário Bernd ao Senado, e o PHS confirmaram apoio a Eduardo Leite, mas correrão em separado na disputa à Câmara. Em nível nacional, o PRB já anunciou apoio ao tucano Geraldo Alckmin, após retirar da corrida a pré-candidatura própria do empresário Flávio Rocha, ainda no dia 13.