Evento em Porto Alegre encerra jornadas que discutem reforma trabalhista no RS

Encontros foram realizados em 15 cidades gaúchas

Reforma trabalhista amplia discussões sobre mudanças no mercado de trabalho | Foto: Guilherme Testa / CP Memória

A última edição em solo gaúcho das Jornadas Brasileiras de Relações de Trabalho ocorre nesta sexta-feira, em Porto Alegre. Na data em que a reforma trabalhista completa um ano, o ex-ministro à época da aprovação da nova lei, Ronaldo Nogueira, palestrou ao lado do ministro do TST, Aloysio Corrêa da Veiga, e do desembargador do TST, Bento Herculano Duarte Neto, acerca das mudanças geradas pela legislação. O objetivo era esclarecer as mudanças geradas pelas reformas junto à comunidade.

Em comum, todos os palestrantes mencionaram a maior “segurança jurídica” para a negociação entre empregados e empregadores. Nogueira afirmou que “a nova lei traz mais segurança jurídica, e impõe a responsabilidade às partes. O empreendedor precisa ter segurança jurídica para realizar seus empreendimentos.”

Já o ministro Aloysio Corrêa da Veiga mencionou a importância da abertura da negociação coletiva proporcionada pela nova lei: “é importante que os atores sociais consigam resolver suas próprias questões e o conflito das leis de trabalho”.

Já o desembargador Bento Herculano Duarte Neto reforçou que o eixo central da reforma é “criar um ambiente mais favorável para a criação de empregos, com mais segurança jurídica nas relações de trabalho.”

No total, contando com o evento de hoje, as Jornadas foram realizadas em 15 cidades gaúchas. Em todo o país, o evento segue circulando de junho até o final de setembro. Na ocasião de hoje, diversas lideranças do setor empresarial estiveram presentes no salão de atos do hotel Sheraton, onde o evento se encerra à noite.