Consulta Popular é prorrogada até esta sexta-feira

Jogo da seleção brasileira no Mundial reduziu expediente, o que motivou a decisão

Até amanhã, a população pode participar da Consulta Popular, com o objetivo de escolher as prioridades para 28 regiões do Rio Grande do Sul. A votação tinha previsão de encerramento à meia-noite de hoje, mas por conta do jogo do Brasil contra a Sérvia pela Copa do Mundo, a Secretaria do Planejamento resolveu estender o prazo. A alegação é que muitas repartições públicas não tiveram ou reduziram expediente na tarde de ontem.

Cada um dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes) homologou entre seis e dez projetos mais relevantes para os municípios da região, divididos em áreas como Segurança, Saúde, Educação, Políticas para as Mulheres e Agricultura.

Conforme a Pasta do Planejamento, o governo vai investir R$ 80 milhões nos projetos selecionados. O montante é 33% maior que o da consulta do ano passado, que liberou R$ 60 milhões.

Além do site da Consulta da Popular, é possível votar acessando o aplicativo para celular Facilita RS, o que também é uma novidade. Outras opções são o voto presencial, em locais a serem definidos pelos Coredes, e via SMS (número 27902, com a mensagem RSVOTO#Título do Eleitor#n° do programa).

A expectativa do Palácio Piratini, em 2018, é que o número de participantes ultrapasse 1 milhão. No entanto, até as 16h dessa quinta, somente 380 mil pessoas tinham votado. Após escolhidos os projetos, eles serão incluídos no Orçamento Estadual para 2019. O governo garante que pagou todos os projetos executados nos anos de 2016 e 2017.

Histórico

Instituída em 1998 como Orçamento Participativo e posteriormente renomeada, a Consulta Popular é um instrumento de participação da sociedade que define parte dos investimentos que constarão no Orçamento Estadual. A quantia é distribuída entre as regiões de acordo com critérios como quantidade de habitantes e Índice de Desenvolvimento Socioeconômico (Idese).