Tarifas do transporte rodoviário intermunicipal sobem nos próximos dias no RS

Aumento varia de 8,94%, para a região Metropolitana, a 22,2% nas linhas de longo curso com embarque durante o trajeto

Agers aprovou reajuste da tarifa do transporte rodoviário intermunicipal | Foto: Jackson Rocha / Divulgação / CP memória

A Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul (Agergs) autorizou hoje, após reunião do Conselho do órgão, um reajuste e duas revisões nas tarifas de transporte rodoviário intermunicipal.

Para as linhas que atendem a região Metropolitana, o índice aprovado se refere ao reajuste anual e fica em 8,94%. Para as linhas de longo curso, as revisões levaram em conta o aumento dos custos com insumos que compõem a planilha, como pneu e diesel, além de fatores como a queda da demanda, o uso de aplicativos e o transporte clandestino. A última revisão havia sido feita em 2009, conforme a Associação Riograndense de Transporte Intermunicipal (RTI).

No caso das linhas diretas e semidiretas cujos passageiros embarquem em estações rodoviárias, o aumento aprovado é de 18,91%. Para quem embarca durante o trajeto, o aumento é maior e chega a 22,2%. De acordo com a RTI, isso ocorre porque uma decisão do Tribunal de Contas do Estado isentou esses passageiros da taxa de embarque, o que reduziu as tarifas em 11%. A expectativa é de que 6% das linhas apliquem esse índice maior.

A resolução com os percentuais, aprovada por unanimidade, vai ser publicada no Diário Oficial desta quarta-feira. Depois, ela segue para o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), a quem cabe definir a data para que as tarifas entrem em vigor.