Diogo Grazziotin é eleito prefeito em pleito suplementar em Bom Jesus

Atual prefeito, porém, segue no cargo até decisão final do TSE

Imagem: Arquivo CP

Em um pleito suplementar ocorrido hoje, eleitores de Bom Jesus escolheram Diogo Grazziotin (PP) para assumir o cargo de prefeito na cidade serrana. O progressista, que concorria com Diogo Kramer (PDT) e Lucimar Vanin Rodrigues (PSB), venceu com 49,32% dos votos, conforme o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RS). Valfredo Fonseca se elegeu vice-prefeito.

Os novos escolhidos, porém, não poderão assumir os cargos antes da sentença final do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no recurso do atual prefeito, Frederico Becker, conhecido como Lico, também do PP, que teve o mandato cassado pelo TRE-RS em março por ter distribuído cestas básicas aos moradores no período eleitoral, o que gerou a renovação do pleito.

Há quatro dias, o ministro do TSE, Napoleão Nunes Maia, concedeu liminar reconduzindo Lico ao cargo de prefeito. Mesmo mantendo as eleições de hoje, o TSE explicou que o novo prefeito eleito só vai poder assumir o Executivo quando o Pleno da Corte julgar o mérito do recurso, que readmitiu Becker no cargo de prefeito.