Metroviários podem entrar em greve na próxima terça-feira

Categoria quer uma proposta concreta de reposição salarial

Metroviários podem parar na semana que vem. | Foto: Mauro Schaefer / CP Memória

Os metroviários do Rio Grande do Sul decidiram, em assembleia da categoria, paralisar as atividades na próxima terça-feira (22), caso a Trensurb não apresente uma proposta concreta de reajuste salarial. Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários e Conexas do Estado (Sindometrô-RS), Henrique Chagas, a categoria está sem reajuste há dois anos.

“A paralisação está marcada, a decisão da categoria foi unânime. Temos uma negociação amanhã de manhã e queremos uma proposta concreta para avaliarmos. Não queremos aumento salarial e nem reposição de 40%. Queremos os 4% da inflação, é por isso que estamos brigando”, salienta Chagas.

De acordo com o presidente, há mais de dois anos não há reposição salarial para os metroviários e, este ano, apenas uma reunião foi realizada, mas não houve negociações. O Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT4) já determinou o aumento de 4,05% no vencimento dos trabalhadores, após a judicialização do dissídio da categoria em 2017.