Emergências públicas da Capital atendem superlotadas e com restrições no feriado

Na zona Sul, alternativa é o Pronto Atendimento Cruzeiro do Sul

As quatro principais emergências SUS de Porto Alegre atendem lotadas no feriado do Dia do Trabalho. No Hospital de Clínicas, umas das referências em atendimento a pacientes urgentes, o quadro é de superlotação. A emergência opera com quase o triplo da capacidade: 115 pacientes adultos para os 41 leitos disponíveis.

No Complexo da Santa Casa, a emergência adulta está fechada desde o início da manhã, também por conta da superlotação. Somente casos encaminhados pelo Samu são atendidos no local. Já a ala pediátrica recebe novos pacientes, com tempo de espera de aproximadamente duas horas para atendimento.

No Hospital São Lucas, da PUC, a emergência pública está restrita ao atendimento de pacientes classificados como “laranjas” ou “vermelhos”, ou seja, casos iminentes de morte. Quem não é encaminhado por ambulâncias é orientado a buscar a UPA Moacyr Scliar.

No Hospital Conceição, a entrada de novos pacientes está restrita devido à limpeza dos dutos de ar condicionado. O trabalho de higienização deve ser encerrado somente no próximo sábado.

Já a UPA também está lotada e só atende casos graves. Para situações sem risco, os postos de saúde estão fechados devido ao feriado. Na zona Sul, a alternativa é o Pronto Atendimento Cruzeiro do Sul.