Motorista de aplicativo de transporte é preso com 600 comprimidos de ecstasy no Litoral Norte

Agentes do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) prenderam, na madrugada desta terça-feira, em Capão da Canoa, no Litoral Norte, um motorista de aplicativo, de 24 anos, por tráfico de drogas. Ele transportava 600 comprimidos de ecstasy, avaliados em R$ 51 mil. Foram apreendidos ainda R$ 643 em dinheiro e um Ford Focus Hatch.
Segundo a investigação do delegado Maurício Barison, a droga sintética abasteceria festas de música eletrônica e baladas que acontecem na praia. Os agentes descobriram que o criminoso atuava como motorista de um aplicativo de transporte particular de passageiros via celular, sendo levantada a suspeita que a atividade serviria para a prática de tráfico de drogas. A ação ocorreu dentro da chamada Operação Verão Noturna que visa a combater o narcotráfico durante o período de veraneio.
Segundo Barison, o ecstasy apresentava alta qualidade. Cada comprimido da droga sintética, destacou, poderia render ao traficante em torno de R$ 85,00. “Além da prisão do criminoso, a descapitalização do tráfico é um importante processo na luta contra as drogas ilícitas”, afirmou,
Já o diretor de investigações do Denarc, delegado Mario Souza, ressaltou a importância da operação na preservação da saúde pública. “Essa é mais uma ação contra o tráfico de drogas que visa impedir o abastecimento no Litoral Norte”, enfatizou. “No caso específico do ecstasy temos drogas que atingem principalmente jovens e esse contexto tem que ser enfrentado com prioridade”, acrescentou.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Sair da versão mobile