Ano de 2017 foi o mais quente da história de Porto Alegre

Ano de 2017 foi o mais quente da história de Porto Alegre | Foto: Alina Souza / CP Memória

O ano de 2017 foi o mais quente da história climatológica de Porto Alegre, segundo informações da MetSul Meteorologia e do Sistema Metroclima, constituídas a partir de dados do Instituto Nacional de Meteorologia. A média anual na cidade foi de 20,8ºC, quando a normal anual (série 1961-1990) é 19,5ºC.
Conforme o Sistema Metroclima, 2017 foi apenas 0,09°C mais quente que 2012, até então o de maior média anual. No ano passado, onze meses foram mais quentes que o normal com destaque para setembro (+3,8ºC). Somente novembro ficou abaixo da média (-0,3ºC).
O calor sentido em Porto Alegre nos primeiros dias de 2018 chegou ao seu ápice na última sexta-feira, quando a Capital registrou temperatura acima dos 40ºC no meio da tarde. Nesse dia, no bairro Moinhos de Vento a máxima foi de 40,1ºC.
Em outros pontos da cidade, como no bairro Menino Deus, foi verificado 39,3ºC. No Lami, na beira do Guaíba, o calor foi de 38,3ºC. No Sarandi, extremo norte da cidade, a temperatura registrada foi de 35,3ºC, segundo dados do Centro Integrado de Comando – Metroclima, da Capital.
Dois dos anos mais quentes de Porto Alegre foram nessa década. Três dos cinco mais quentes neste século.
Confira as médias por ano
2017: 20,8ºC
2012: 20,7ºC
1940: 20,6ºC
2001: 20,6ºC
1961: 20,4°C
1914: 20,2ºC